Pesquisar neste blogue

Tempo de isolamento social, culpa do nosso inimigo Covid-19, logo mais tempo disponível por casa...
As coisas estão feias, nas notícias cada vez mais um terror.
Mas temos de ser optimistas e esperar que as coisas melhorem. 
Lá diz o ditado: não deixes para amanhã, o que podes fazer hoje...

Com mais tempo por casa, podemos aproveitá-lo de muitas formas, uma delas é fazer uns biscoitos e quem tem crianças até é uma forma de as pôr a "brincar" com a massa e assim ocupar o tempo.

Fiz um vídeo que podem ver aqui.



Ingredientes:

200 gr de açúcar
200 gr de farinha de trigo com fermento
6 colheres (sopa) de cacau em pó
50 gr de manteiga picada
2 ovos levemente batidos
Uma pitada de sal
Açúcar em pó

Preparação:

Forre um tabuleiro grande com papel vegetal.

Com a batedeira misture os secos, a manteiga e o sal.

Junte os ovos e bata mais um pouco. Termine de amassar com a mão.

Leve ao frigorífico por 30 minutos.

Pré-aqueça o forno a 180°C.

Forme bolinhas do tamanho aproximado de uma noz, passe no açúcar em pó e molde-as. Distribua-as no tabuleiro deixando espaço entre elas.


Leve ao forno por +/- 10/15 minutos até ficarem cozidas, espete 1 palito se sair seco estão prontos.
Retire-os e deixe-os esfriar.


Aqui está um prato que até nem faço muitas vezes mas devia, porque é uma refeição que rende bastante. As almôndegas podem ser servidas com puré, arroz ou esparguete. 

Podem ver aqui o passo-a-passo do vídeo, para verem como é fácil. 




Ingredientes:

800 gr. carne de vaca picada
1 cebola
1 colher sobremesa de alho em pó Gourmarket
1 raminho salsa pequeno
1 ovo
4 colheres sopa pão ralado
2 colheres sopa farinha trigo
200 ml vinho branco
200 ml polpa tomate
200 ml água
Sal, pimenta, piri-piri ou malagueta, 2 folhas de loureiro, azeite

Preparação:

Começar por picar a cebola bem picadinha e a salsa.
Juntar à carne picada. Temperar com sal, pimenta e o alho em pó e misturar tudo com as mãos.
Juntar o ovo, o pão ralado, e a farinha e mexer mais um pouco para ficar tudo bem misturado.
Moldar as almôndegas com as mãos fazendo bolinhas.

Numa frigideira alta ou tacho, colocar azeite a tapar o fundo e as folhas de loureiro e levar ao lume. Assim que estiver quente, colocar as almôndegas para dourarem e selarem os sucos, virando-as.
Repetir o processo até terminarem.

Acrescentar de seguida o vinho e a polpa de tomate e deixar cozinhar em lume brando cerca de 10 minutos.

Acrescentar cerca de 100 ml de água ou mais se necessário.Temperar com sal e malagueta.
Deixar estufar mais 10/15 minutos.
Estão prontas!
Servir com esparguete cozida.



Cacau e laranja, uma combinação que conjuga na perfeição! 
Experimentem!



Ingredientes:

Usar um chávena com a capacidade de 250 ml como medida

Raspa de 1 laranja
1 chávena de sumo de laranja
1 chávena de cacau em pó
1,5 chávena de açúcar
4 ovos (tamanho L)
1 chávena de óleo
1 colher sopa aroma de baunilha
1 pitada de sal
2 e 1/4 chávena de farinha de trigo (peneirada)
1 colher de sopa de fermento em pó

Cobertura (opcional)
170 gr. de chocolate meio amargo
100 gr. de manteiga

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.


Colocar a raspa e o sumo de laranja num tacho e levar ao lume até levantar fervura. Retirar do lume.
Juntar o cacau em pó e mexer com uma vara de arames.
Verter para um recipiente e juntar o açúcar, mexendo novamente.
Adicionar os ovos um a um, mexendo entre cada adição. Juntar o óleo, o aroma de baunilha, sal e mexer.
Por fim colocar a farinha e o fermento. Misturar tudo.
Colocar numa forma untada com manteiga e polvilhada com cacau em pó, ou chocolate em pó.
Levar ao forno para cozer.

Para a cobertura (que não fiz)
Derreter em banho-maria o chocolate partido aos bocados e a manteiga e colocar por cima do bolo.




Doce de gila quem gosta? Eu gosto muito. É um doce que é um pouco mais trabalhoso do que as outras compotas, mas com calma e paciência faz-se bem.

Já cá tenho no blogue a 1ª vez que fiz seguindo as regras de não usar nada metálico, porque estragava a gila. 

Já fiz uma 2ª vez usando faca depois de descobrir que não passava de um mito e a partir daí tenho usado sempre faca. E garanto que fica muito boa!
Mostro tudo no vídeo que fiz aqui.



Ingredientes:

1 abóbora chila (no vídeo fiz 2 abóboras)
Sal para temperar a água para cozer a chila

Para a calda de açúcar:

Açúcar: igual ao peso da chila cozida e escorrida 
Água: Por cada kilo de chila cozida e escorrida - usar 250 ml (usei 375 ml para 1,5 kg de chila escorrida)
2 Paus de canela Gourmarket por cada abóbora (usei 4)
1 Cascas de limão por cada abóbora (usei 2)

1 colher café pequenina de canela em pó (opcional, é uma questão de gosto)

Preparação:


1- Lavar as chilas por fora se tiverem terra.

2- Colocar num saco plástico e fechá-lo.

3- Atirar para o chão até rachá-la em vários pedaços.

4- Proceder a limpeza do interior retirando as pevides, a espinha que as sustenta e todas as partes amareladas com a ajuda de uma faca.

5- Lavar os pedaços de chila em várias águas até deixar de largar espuma.

6- Levar a cozer num tacho com água e sal até a polpa se começar a soltar da casca (cerca 1:30h). Retirar.

7- Com a ajuda de uma colher ou espátula raspar a polpa da chila agarrada à casca.

8- Separar com as mãos (ou com ajuda de um garfo) os fios da chila que estejam ainda agrupados. Deixar escorrer bem a água.

9- Depois de escorrida, pesar para calcular o peso do açúcar. 

10- Num tacho colocar a água, o açúcar, os paus de canela, a casca de limão e a chila. Levar ao lume para ferver.

11- Deixar ferver em lume brando para reduzir a calda (demorou cerca de 30 minutos). 

12- Com a calda reduzida em ponto de doce (+/- 105ºC) é só colocar em frascos esterilizados. 

13- Esterilizar frascos no forno:
Colocar os frascos previamente lavados num tabuleiro e levá-los ao forno frio. Ligar o forno a 180ºC durante cerca de 20 minutos.
As tampas coloco num tacho a ferver cerca de 5/10 minutos).

14- Depois dos frascos cheios, tapo-os e viro-os ao contrário durante 24 horas para criar vácuo. Findo esse tempo guardo em local seco e fresco. Depois de aberto conservar no frigorífico. 




Mousse caseirinha quem não gosta? Com uma textura cremosa e macia? Eu gosto!
E vocês?

Fiz um vídeo para verem o passo-a-passo que podem ver aqui no canal.






Ingredientes:

200 gr. chocolate de culinária

6 ovos

1 café duplo expresso

1 colher de sopa margarina


Preparação:

Picar a tablete de chocolate em pedaços pequeninos e colocar numa taça de pirex.

Levar a derreter em banho-maria o chocolate com a margarina (num tacho colocar um pouco de água e levar ao lume para que ferva, colocar a taça pirex em cima do tacho, mas de forma a que a taça não entre em contacto directo com a água). Assim que ferver reduzir para lume brando para que só se mantenha a fervilhar a água. Ir mexendo o chocolate até derreter completamente.

Juntar as gemas uma a uma ao chocolate já derretido batendo com a batedeira sempre. De seguida juntar o café e misturar mais um pouco.

Bater as claras em castelo e envolver manualmente no preparado anterior.

Distribuir por tacinhas e levar ao frigorífico pelo menos 6 horas.
Bom apetite!




Tenho visto em alguns blogs e no facebook algumas bloggers a divulgarem a marca Gourmarket, uma marca recente no mercado com produtos diferentes e de fabrico português.

Curiosamente essa empresa esteve presente numa feirinha em Gaia, onde tive a oportunidade de adquirir alguns dos produtos tais como: Açúcar baunilhado, Sal pimentas, Sal de salva e laranja e Paprika. Comprei também paus de canela e em pó a granel

Produtos que tenho vindo a usar e que tenho gostado bastante. Produtos 100% orgânicos produzidos com matéria prima, livre de quaisquer pesticidas ou fertilizantes químicos, isentos de corantes e conservantes artificiais (informação fornecida na página da empresa). Como é o caso das ervas aromáticas usadas nos diferentes tipos de sal e nos açúcares onde é usado o fruto: a lima, o limão, a laranja e a vagem de baunilha!

Como sou de opinião que devemos divulgar o que é nacional e bom, aqui fica também o meu contributo. E já agora visitem a página da empresa Gourmarket no facebook (Gourmarket.pt) e Instagram (Gourmarket_Portugal) e deixem o vosso gosto 👍👍👍. Vamos ajudar a página a crescer!!! 

Porque os produtos são excelentes e MADE IN PORTUGAL!

Neste simples strudel usei o açúcar baunilhado e a canela em pó da Gourmarket.

Deixo aqui uma foto dos produtos que adquiri 😋

Podem encomendar através do site:https://gourmarket.pt e através do facebook.

Os produtos que comprei na feirinha:

Sempre que abro este frasco onde coloquei os paus de canela, nem imaginam o cheirinho que de lá sai...

O Strudel meio tosco mas delicioso!





Ingredientes:
1 massa folhada fresca retangular (comprei no LIDL)
4 maçãs médias
Sumo de limão
2 colheres sopa  açúcar baunilhado Gourmarket
1 colher sobremesa canela em pó Gourmarket
1 gema de ovo batida para pincelar
Açúcar em pó

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 190ºC.
Descasque as maçãs e parta-as aos cubinhos pequeninos para um recipiente e vá regando com um pouco de sumo de limão. Junte o açúcar e a canela e envolva tudo.

Abra a massa e disponha a maçã no centro da massa folhada. Feche a massa, cobrindo a maçã e nas pontas feche também.

Vire ao contrário (para ficar as emendas viradas para baixo) e pincele com gema de ovo batida.
Leve ao forno até ficar douradinha e estaladiça. Retire, deixe arrefecer.

Polvilhe com açúcar em pó.



Vamos lá a sair deste marasmo, pois quanto mais nos dermos a ele, mais ele se agarra a nós...
Franguinho assado no sal, esta é a versão que costumo fazer cá por casa. É muito simples e fica delicioso. É daquelas coisas que é só meter no forno e esperar basicamente.

Fiz um vídeo que podem ver aqui e também me podem seguir no youtube.




Ingredientes:

1 frango
Sal grosso (suficiente para cobrir o fundo de um tabuleiro)
1 limão
2 colheres de sopa de manteiga (ou margarina)
Piri-piri a gosto


Preparação:


Numa assadeira cobrir o fundo da mesma com sal grosso.

Depois do frango limpo, lavado e seco colocá-lo em cima do sal.

Levar ao forno a pré-aquecido a 200ºC.

Passados 40/45 minutos regar com o sumo de limão. Levar novamente ao forno até estar assado.

Retire algum excesso de sal que possa ter ficado agarrado ao frango.

Derreta a manteiga com o piri-piri a gosto e pincele o frango.