Pesquisar neste blogue

Doce de gila quem gosta? Eu gosto muito. É um doce que é um pouco mais trabalhoso do que as outras compotas, mas com calma e paciência faz-se bem.

Já cá tenho no blogue a 1ª vez que fiz seguindo as regras de não usar nada metálico, porque estragava a gila. 

Já fiz uma 2ª vez usando faca depois de descobrir que não passava de um mito e a partir daí tenho usado sempre faca. E garanto que fica muito boa!
Mostro tudo no vídeo que fiz aqui.



Ingredientes:

1 abóbora chila (no vídeo fiz 2 abóboras)
Sal para temperar a água para cozer a chila

Para a calda de açúcar:

Açúcar: igual ao peso da chila cozida e escorrida 
Água: Por cada kilo de chila cozida e escorrida - usar 250 ml (usei 375 ml para 1,5 kg de chila escorrida)
2 Paus de canela Gourmarket por cada abóbora (usei 4)
1 Cascas de limão por cada abóbora (usei 2)

1 colher café pequenina de canela em pó (opcional, é uma questão de gosto)

Preparação:


1- Lavar as chilas por fora se tiverem terra.

2- Colocar num saco plástico e fechá-lo.

3- Atirar para o chão até rachá-la em vários pedaços.

4- Proceder a limpeza do interior retirando as pevides, a espinha que as sustenta e todas as partes amareladas com a ajuda de uma faca.

5- Lavar os pedaços de chila em várias águas até deixar de largar espuma.

6- Levar a cozer num tacho com água e sal até a polpa se começar a soltar da casca (cerca 1:30h). Retirar.

7- Com a ajuda de uma colher ou espátula raspar a polpa da chila agarrada à casca.

8- Separar com as mãos (ou com ajuda de um garfo) os fios da chila que estejam ainda agrupados. Deixar escorrer bem a água.

9- Depois de escorrida, pesar para calcular o peso do açúcar. 

10- Num tacho colocar a água, o açúcar, os paus de canela, a casca de limão e a chila. Levar ao lume para ferver.

11- Deixar ferver em lume brando para reduzir a calda (demorou cerca de 30 minutos). 

12- Com a calda reduzida em ponto de doce (+/- 105ºC) é só colocar em frascos esterilizados. 

13- Esterilizar frascos no forno:
Colocar os frascos previamente lavados num tabuleiro e levá-los ao forno frio. Ligar o forno a 180ºC durante cerca de 20 minutos.
As tampas coloco num tacho a ferver cerca de 5/10 minutos).

14- Depois dos frascos cheios, tapo-os e viro-os ao contrário durante 24 horas para criar vácuo. Findo esse tempo guardo em local seco e fresco. Depois de aberto conservar no frigorífico. 




Mousse caseirinha quem não gosta? Com uma textura cremosa e macia? Eu gosto!
E vocês?

Fiz um vídeo para verem o passo-a-passo que podem ver aqui no canal.






Ingredientes:

200 gr. chocolate de culinária

6 ovos

1 café duplo expresso

1 colher de sopa margarina


Preparação:

Picar a tablete de chocolate em pedaços pequeninos e colocar numa taça de pirex.

Levar a derreter em banho-maria o chocolate com a margarina (num tacho colocar um pouco de água e levar ao lume para que ferva, colocar a taça pirex em cima do tacho, mas de forma a que a taça não entre em contacto directo com a água). Assim que ferver reduzir para lume brando para que só se mantenha a fervilhar a água. Ir mexendo o chocolate até derreter completamente.

Juntar as gemas uma a uma ao chocolate já derretido batendo com a batedeira sempre. De seguida juntar o café e misturar mais um pouco.

Bater as claras em castelo e envolver manualmente no preparado anterior.

Distribuir por tacinhas e levar ao frigorífico pelo menos 6 horas.
Bom apetite!