Pesquisa personalizada
O mais conhecido é o fiel amigo bacalhau à brás, mas porque não fazer com outros ingredientes!

Fiz com alheira, devo dizer que ficou delicioso.
É certo que é um prato calórico, mas de vez em quando sabe bem meter o pé na argola :)
Directamente da frigideira aqui fica.
Quem vai experimentar?


Ingredientes:

2 alheiras (de boa qualidade)
3 batatas médias
4 ovos
1 cebola
Azeite q.b.
Azeitonas
Salsa picada

Preparação:

Descascar as batatas e partir aos palitos fininhos (tipo a batata palha).
Fritá-las em óleo quente, deixando-as bem estaladiças.
Temperar as batatas com sal fino. Reservar.

Retirar a pele às alheiras e desfazê-las com as mãos.
Numa frigideira anti-aderente colocar a cebola partida às meias luas e um pouco de azeite.
Levar ao lume e quando a cebola estiver transparente juntar a alheira e envolver na cebola.
Deixar cerca de 3 minutos, mexendo de vez em quando.

Colocar a batata frita e misturar com cuidado.
Bater os 4 ovos com um garfo e colocar um pouco de salsa picada.
Juntar os 4 ovos e a salsa envolvendo até que practicamente fiquem cozinhados (eu deixo mais para o cremoso, não deixo cozinharem 100%).

Enfeitar com azeitonas e um pouco de salsa.


A Susana fez os biscoitinhos de canela.

Que bons que são e que lindos ficaram!
Receita aqui.




Obrigada Susana.


Como dizia Antoine Lavoisier "Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma", e este bolo é um exemplo disso.

Um clássico bem antiguinho no meu caderninho de receitas.
Se temos pão ralado quase a acabar o prazo, e não se vai usar para nada, não se vai desperdiçar e deitar fora. Pega-se no pão ralado e transforma-se num bolinho que fica uma delícia.

No fundo o pão ralado é usado em substituição da farinha. Fica com um cheirinho a canela...







Ingredientes:
7 ovos (tamanho L)
220 gr. de pão ralado
350 gr. de açúcar
1 colher de sobremesa (bem cheia) de canela em pó
1 colher de sopa de fermento em pó

Preparação:

Pré-aquecer  forno a 180ºC.
Com a batedeira bater os ovos com o açúcar. De seguida juntar o pão ralado, a canela e o fermento em pó e misturar tudo com a batedeira.

Levar a cozer numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.
Assim que estiver cozido deixar arrefecer e desenformar.



É mesmo reconfortante saber que há quem experimente mais do que uma receita da Ratolinha.

Desta feita e mais uma vez, a Cândida que fez o bolo de chocolate com cobertura de chocolate branco (optou por não fazer a cobertura). 
Este bolo fica grande. Ficou com um aspecto maravilhoso!
Receita aqui.
PS: Alguém me elucida se ao comentarem aparece aquela caixinha chata com as letras. Pergunto, porque tenho-a desactivada nas definições do blogger e ela continua a aparecer. Obrigada.




Obrigada Cândida!


A foto não faz justiça ao sabor. Não está apelativa... mas o que interessa é o palato, e esse não deixou a desejar. Por isso tive que partilhar.
Uma forma diferente de fazer frango, simples e delicioso e até não é trabalhoso, pois é só colocar no forno e ele faz o resto. Usei peitos, mas pode usar coxas, o que quiser.
Um pratinho a repetir com toda a certeza.
Fiquem bem.






Ingredientes:
3 peitos de frango (pode usar outras partes do frango)
Sal, sumo de 1 limão, pimenta preta
1 cebola, 3 dentes de alho
Maionese
Azeite q.b.

Preparação:

Partir cada peito de frango em 3 partes. Temperar o frango com sal, pimenta e sumo de limão.
Envolver bem o frango. Deixar pelo menos 30 minutos a marinar.

Picar a cebola bem picadinha, e os dentes de alho. Pré-aquecer o forno a 220ºC.
Numa assadeira funda que possa ir ao forno untar o fundo com azeite.
Antes de colocar o frango na assadeira envolvê-lo todo na cebola e alho.
Transferir para a assadeira.

Untá-lo por cima com maionese. Cobrir a assadeira com folha de alumínio, mas sem que esta toque no frango (use as bordas da assadeira para prender a folha de alumínio).

Levar ao forno, passados 20 minutos retirar a folha de alumínio e deixar dourar. Demora cerca de 1 hora.


Pastéis de feijão, que bons que são. Adoro!

A foto é da Raquel Gomes que meteu as mãos na massa e saíram estes deliciosos pastéis.
Receita aqui.



Obrigada Raquel!



Facebook, facebook...já me começas a irritar!

O nosso tão amigo facebook ultimamente anda com a mania de não actualizar os post's na página da Ratolinha e em muitas outras.

E porquê, porquê? Porque quer "obrigar" a pagar para ajudar a promover a página, e como não estou interessada, vai daí, castiga, não fazendo chegar aos seguidores os novos post's.

Para tentar contornar a situação os seguidores só têm de seleccionar em cima (como se vê na foto abaixo) "receber notificações" e com sorte podem começar a recebê-las mais assiduamente.
Isso verifica-se no número de visualizações de cada post que cada vez é menor, logo chega a cada vez menos seguidores.

Obrigada a todos. Conto convosco :)







Sai mais um bolinho de kiwi. Foi a Susana do blog Receitas da Susana.
Este bolo é muito, mas muito rápido e fácil de se fazer.

Podem ver a receita aqui.



Obrigada Susana.


A receita deste bolinho já existe cá no blogue, ainda o blogue era uma criança. Mas como os bons velhos clássicos são sempre agradáveis de se repetirem. Aqui fica ele. Tornei a fazê-lo e ficou tão riquinho que não resisti a tirar-lhe uma foto.
Receita aqui.







A Piteca do blogue Receitas da Piteca é uma malandreca e nomeou-me para responder a este desafio. Faz anos que deixei de o fazer, mas como foi a Pitequinha, pensei... pensei e resolvi dar-lhe este gosto.
Aqui fica Piteca.

As perguntas são as seguintes: 

1- O que não sais de casa sem? 

R: Telemóvel

2- O teu animal favorito? 

R: Gosto particularmente de cães, seguidos dos gatos… miau :)

3- Qual o sapato favorito? 

R: Sapatos rasos bem confortáveis 

4- Produto de maquilhagem indispensável? 

R: Somente um creme para hidratar a pele. 

5- Qual o teu maior sonho? 

R:  Chamar-lhe-ia mais desejo, mas como o sonho acaba por ser desejo de algo ou alguma coisa, aqui fica: ter qualidade de vida até chegar a hora de  partida para o céu

6- Qual o teu defeito? 

R: Ter mau acordar, admito. 

7- O que te irrita nas pessoas? 

R: A estupidez e a crueldade humana entre outras

8-  Qual a tua comida favorita? 

R: Tenho várias. Gosto de tudo o que é bem português. Uns rojões à moda do Minho, umas tripas à Moda do Porto, uma bela francesinha, entre outras.

9- Doce ou salgado? 

R: Doce

10- O que te deixa feliz? 

R: Partilhar pequenos momentos com os que mais amo

11- Escolhe 5 blogs para responder à tua tag

1- Marisa do blogue Sweet my Kitchen 

2- Mariana do blogue Receitas para a Felicidade 

3- Cidália Ferreira do blogue Coisas de uma Vida 

4- São do blogue Rapa tachos 

5- Joana do blogue Prazer a Cozinhar 

As blogueiras nomeadas só participam se quiserem claro está.



Favas... ou se adora ou se detesta. Antigamente nem as podia cheirar, mas com a idade tudo muda, até os gostos...
Foi o que aconteceu com as favas. Não é que adore, mas como, e quando são disfarçadas com outros sabores, melhor ainda. Foi o caso deste arroz com entrecosto bem malandrinho, come-se muito bem.
Aqui fica a forma como o faço.



Ingredientes:
1 Kg. de entrecosto (sem o couro)
2 colheres de sobremesa de massa de pimentão
1 colher de sobremesa de massa de alho
1 copo de vinho branco
1 folha de loureiro
Favas
Arroz
Azeite, sal

Preparação:
Partir o entrecosto aos cubinhos.
Numa taça colocar o vinho, a massa de pimentão, a massa de alho e a folha de loureiro.
Nesta marinada colocar a carne e envolver bem.

Num tacho colocar um pouco de azeite deixar aquecer e colocar a carne, deixando-a fritar de ambos os lados.
Acrescentar a calda da marinada aos poucos e deixar cozinhar até a carne ficar tenra.
Acrescentar água quente para a calda do arroz (cerca de 3 medidas de água para 1 medida de arroz).
Rectificar o tempero com sal, colocar as favas (retirar a unha à fava) e juntar o arroz.
Deixe ferver, reduza o lume para o mínimo e deixe cozer o arroz.
Sirva.



A Paula fez o bolo mágico de chocolate. Receita aqui.
Cheguei à conclusão que a forma indicada na receita é ligeiramente pequena para a quantidade de massa (eu quando fiz reparti por duas formas), mas com a experiência feita pela Paula, vi que é necessário uma forma maior.
Assim sendo já aconselhei na receita a usar uma maior.



Obrigada Paula :)


Que bela tarte de natas! Quem fez? Foi a Cândida.
Mais uma receitinha feita por ela.
Podem ver a receita aqui


Obrigada Cândida:)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Top blogs de receitas

Parcerias com:

Chás, Compotas, Mel....

Comprar on-line