Pesquisa personalizada
Para quem quiser, ainda vai a tempo de tirar a receita para o Natal destes sonhos ou bolinhos de cenoura, como lhes quiserem chamar. São deliciosos, ficam sequinhos por dentro, macios, uma delícia mesmo. A receita original é da D.ª Carminda, uma pessoa muito especial. Contudo, alterei um pouco a receita, acrescentando a farinha maizena, e ficaram óptimos.
Rendeu cerca de 50 sonhos.
E, este ano fico por aqui, até porque, a minha máquina fotográfica teve de ir para a assistência, pois estava com problemas, ora funcionava, ora não.

E assim sendo a Ratolinha deseja um Bom Natal e Bom Ano Novo de 2011 a todos os que me visitam.
Beijinhos e até para o Ano.


Ingredientes:

1 kg. de cenoura
500 gr. açúcar (pus só 400 gr. e chegou)
400 gr. de farinha trigo com fermento
100 gr. farinha maizena
1 laranja média
4 ovos
2 colheres de sopa vinho porto (opcional)
1 pau de canela, sal
Açúcar e canela em pó para polvilhar


Preparação:

Cozer as cenouras descascadas em água temperada com sal e 1 pau de canela.

Assim que estiverem cozidas, escorra-as bem (de preferência deixe escorrer umas horas), e com a varinha mágica transforme em puré de cenoura.
Junte o açúcar, as farinhas, os ovos previamente batidos, sumo e raspa da laranja, o vinho do porto e bata tudo com a batedeira para misturar.

Frite pequenas colheradas do preparado (pois elas ao fritar crescem) em óleo quente (o lume não convém estar muito no máximo, pois os bolinhos queimam com facilidade).

Depois de fritos coloque-os a escorrer sobre papel absorvente e depois polvilhe-os com uma mistura de açúcar e canela a gosto.


Pescada cozida. Um prato muito simples de fazer, e que até gosto muito. Mas gosto ainda mais quando é regada com este molho que lhe chamo de molho fervido, pois foi assim que aprendi com a minha mãe. E vou vos dizer, este molho dá um paladar bem diferente à pescada e às batatas do que o simples azeite, que também é bom. Também fica muito bom em bacalhau cozido. Experimentem e digam.


Ingredientes:
2 Postas de pescada
Batatas
2 Ovos
Penca ou outro legume
Para o molho (para 2 pessoas):
1 cebola
Azeite, pimenta
Cominhos (cerca de meia colher de chá)
Colorau (cerca de meia colher de chá)

Preparação:

Limpe a pescada e lave os legumes e coza tudo em água temperada com sal, e assim que estiver cozido, escorra a água.
Prepare o molho: numa frigideira pique a cebola e coloque azeite abundantemente, pimenta a gosto, junte o colorau e os cominhos tudo em frio. Leve ao lume e deixe que ferva uns segundos até a cebola ficar com o aspecto da foto (cerca de 30 segundos), e já está.
Coloque por cima da pescada e do restante.


Como há sempre claras para gastar congeladas, hoje trago mais uma receita amiga das festas, umas farófias que, por acaso, nunca tinha experimentado fazer.
Gostei. É daquelas sobremesas que se mete à boca, fecha-se a boca e desapareceu, parece ar.
É leve, mas deliciosa.

Ingredientes:

4 claras + 4 colheres de sopa de açúcar
0,5 lt de leite
1 casca de limão
1 pau de canela
Canela em pó para polvilhar

Para o creme:
1 colher sopa farinha custard para 250 ml leite
3 colheres de sopa de açúcar

Num tacho espaçoso, leve ao lume o leite, a casca de limão e o pau de canela. Mexa e deixe ferver.
Entretanto, bata as claras em castelo.
Quando as claras estiverem quase em castelo, junte as 4 colheres sopa de açúcar e bata até ficar firme.


Quando o leite estiver a ferver, baixe o lume e coloque colheres de claras no leite, poucas de cada vez (pois aumentam de volume a cozer).
Deixe cozer durante 30 segundos de cada lado e retire para uma travessa.

Retire do leite a casca de limão e o pau de canela. Coe o leite.
Do leite que sobrou, meça 250 ml litro para fazer o creme:
Leve leite com as 3 colheres de sopa de açúcar e 1 colher sopa de farinha custard ao lume e mexa sempre até ferver para engrossar um pouco.

Regue as farófias com o creme e polvilhe com canela. Deixe arrefecer e sirva.


Este doce é uma bombinha calórica sem dúvida alguma, mas, se só comermos um quadradinho, não faz mal. Geralmente é feito na época natalícia, por isso, aproveitem e experimentem.
Esta receita rende muito e, é feita com pão de trigo de Amarante (talvez pela textura que tem).


Ingredientes:

1 pau de canela
Casca de 1/2 limão
Meio litro de mel
2 litros de água
5 Pães (pão de trigo de Amarante)
250 gr. açúcar
1 cálice de vinho do porto
2 gemas
2 colheres de sopa de farinha maizena
Meio copo de leite
Uvas passas
Pinhões
Amêndoas
Nozes

Preparação:

Partir o pão aos bocados e levar a cozer na água com mel, açúcar, pau de canela, vinho do porto e casca de limão. Deixar cozer e mexer bem, depois de cozido, retire do lume e retire também o pau de canela e a casca de limão, ralar tudo com a varinha mágica.
Levar novamente ao lume, juntar os frutos secos e mexer bem.

Numa tigela colocar as gemas com o leite e a farinha maizena e misturar tudo, verta no preparado anterior e sem parar de mexer, deixe que ferva para que engrosse um pouco. Retire do lume, deixe arrefecer e coloque em pratos ou travessas. Polvilhe com canela.


Esta receita é basicamente feita a olho, sem medidas certas, mas não tem dificuldade nenhuma, e fica uma delícia. Aqui como vêem foi feito em grande quantidade.

Ingredientes:
Postas de bacalhau demolhado
Cebola
Alhos
Azeite
Broa picada (miolo - em alguns padarias existe à venda pacotes de broa já picada)

Batatas pequenas


Preparação:

Num tabuleiro de ir ao forno cobrir o fundo com rodelas de cebola.
Pôr as postas de bacalhau por cima, colocar bastante alho picado sobre as postas, e cobrir de seguida com broa picada.Regar com azeite (leva bastante) e levar ao forno bem quente +/- 20 minutos, até que a broa fique dourada.

As batatas, lava-las bem lavadas e levar ao forno polvilhadas com bastante sal (+/-20 minutos) até estarem cozidas.

Quando estiverem prontas retirar e sacudir o excesso de sal, dar um murro, e colocá-las num tabuleiro com azeite e alhos picados, levar novamente ao forno por 5 minutos e envolvê-las no azeite e alho para tomarem paladar. Retirar e servir com o bacalhau.
E já está. Fácil, não é?


Como muitas receitas que ainda tenho para fazer, esta era uma delas, estes caracóis.Dão um pouco de trabalho, mas vale a pena.
Chegou o dia e, aqui estão eles. Ficaram bons, apenas não deviam ter cozido tanto tempo, porque o creme de ovos que levaram secou completamente e não se notava ao comer.


Ingredientes:

375 gr. farinha sem fermento
2 gemas
50 gr. manteiga
1 saqueta fermento em pó 11 gr (usei ramazzotti)
1 pitada de sal
200 ml leite
150 gr. açúcar
Frutas cristalizadas a gosto

Para o creme de ovos:
3 gemas
3 colheres sopa açúcar
6 colheres sopa água

Preparação:
Comece por derreter a manteiga para que esfrie.
Num recipiente coloque a farinha e o açúcar, misture ambos, abra uma cova no meio e, coloque aí as gemas, o sal, o fermento de padeiro, e a manteiga derretida. Misture tudo.

Amorne o leite e vá juntando aos poucos e amassando a massa com as mãos numa superfície enfarinhada até a massa ter uma consistência maleável (se necessário junte um pouco mais de farinha).
Trabalhe a massa durante uns minutos, puxando-a para a frente e depois de novo para trás, para lhe dar elasticidade.

Coloque numa taça enfarinhada, tape-a com película aderente e tape com um pano. Deixe levedar até dobrar de volume.

Enquanto leveda, prepare o creme de ovos:

Leve ao lume a água com o açúcar e assim que começar a ferver, deixe ferver 3 minutos e retire do lume. Deixe arrefecer e assim que estiver frio, junte as gemas ligeiramente batidas, leve novamente ao lume, e sem parar de mexer deixe que ferva para engrossar, retire e passe a varinha mágica.
Depois de a massa ter levedado, amasse um pouco para lhe retirar o ar.
Numa superfície enfarinhada, estenda a massa em forma de rectângulo, barre com o creme de ovos e coloque de seguida as frutas cristalizadas (como se vê na foto).

Enrole e faça um rolo, cortando-o às fatias grossas, e disponha-as sobre um tabuleiro com papel vegetal.

Cubra novamente com um pano e deixe levedar mais um pouco.

Pré-aqueça o forno a 180ºc. Leve a cozer os caracóis (eu cozi cerca de 30 minutos, mas não era necessário tanto tempo, pois ficaram um pouco cozidos demais).
Depois de cozidos retire e pincele-os com geleia ou mel.


Estes lombinhos de pescada vão ao forno. Utilizei filetes de pescada, mas, caso façam aconselho a utilizarem filetes mais suculentos, pois estes ficaram um pouco secos, ou seria da qualidade dos filetes, não sei...

Ingredientes:

4 filetes de pescada
Sal e pimenta
Sumo 1 limão
Farinha, ovos, pão ralado
100 gr. manteiga

Preparação:

Tempere os filetes com sal, pimenta e sumo de limão. Deixe-os pelos menos 1 hora temperados.
Passe os filetes por farinha, depois por ovo batido e, em seguida, por pão ralado. Aconchegue bem.

Num tabuleiro de ir ao forno, deite a manteiga derretida e coloque os filetes de pescada.
Leve ao forno muito quente e, de vez em quando regue com a própria gordura. Quando estiverem louros, retire e sirva com salada russa que podem ver como se faz aqui.


Como já devem ter reparado gosto de bolos ou doces que levam maçã.
Esta receita tinha-a arquivada e nunca a tinha feito, mas foi desta.
Fica um bolo relativamente húmido.

Ingredientes:

3 maçãs vermelhas
Sumo de 1 limão
1 colher (chá) bem cheia de manteiga derretida e fria
6 ovos
150 gr. açúcar
100 gr. farinha de trigo com fermento
50 gr. farinha de arroz
1 colher (chá) fermento em pó
Preparação:

Descasque as maçãs e regue-as com parte do sumo de limão.
Utilize um ralador de cenoura e rale as maças (utilize a parte em que fica às tirinhas).

Acrescente-lhes o resto do sumo de limão, e misture a manteiga derretida.Reserve.

Bata as gemas com o açúcar até obter um creme.
Envolva as claras em castelo, alternando com as farinhas e o fermento previamente misturados.

Por fim, adicione a maçã ralada e, sem misturar muito, coloque numa forma previamente untada e polvilhada com pão ralado .

Leve a cozer em forno pré-aquecido a 180ºc por aproximadamente 35 minutos.


Estas bolachas têm um aspecto um pouco tosco, mas ficaram muito boas.
Ficaram umas bolachinhas muito macias para um lanche.
Não levaram muitas pepitas, só 100 gr. porque não tinha mais.




Ingredientes:

100 gr. pepitas de chocolate (opcional)
3 ovos
500 gr. farinha com fermento
125 gr. chocolate em pó
250 gr. açúcar
125 gr. manteiga
1 colher sopa de sumo limão

Preparação:

Junte os ovos, o açúcar, a manteiga e o sumo de limão e bata com a batedeira (com os ganchos), junte a farinha e o chocolate em pó e misture tudo.

Envolva as pepitas sem bater.
Pré-aqueça o forno a 200ºc e num tabuleiro coloque papel vegetal e com a ajuda de uma colher coloque porções de massa no papel vegetal deixando-as um pouco afastadas, pois vão crescer um pouco, e achate-as com a colher.
Leve a cozer cerca de +/-12 minutos.
Retire e deixe-os arrefecer.


Afinal nem os mimos de amêndoa me adoçaram a alma...
Sinto-a pouco doce, diria mesmo amarga.
Uma alma que sorri para alguém, mas, não tem vontade de o fazer; que fala, mas sem vontade de se pronunciar, preferindo refugiar-se no silêncio...que dizem ser de ouro!E é.
Que me desculpem os conhecidos para quem "falo" e "sorrio".Os "desconhecidos" que só me conhecem aqui no blog, desculpem o desabafo.
Mudando de assunto, este prato é muito simples e saboroso, e consta da minha tele culinária velhinha.
Resolvi então fazer para partilhar convosco. A única coisa que não me agradou foi a qualidade do pão ralado que tinha em casa, pois é daquele que não adere muito bem, logo tem tendência a soltar-se.


Ingredientes:

4 costeletas
Sal e pimenta q.b.
1 limão
6 dentes de alho
Ovo batido, pão ralado
Para o arroz:

1 dl azeite, 1 cebola, 2 dentes de alho, 1/2 pimento

1 lata pequeno de feijão vermelho cozido
Chouriço de carne
400 gr. arroz
1 cubo caldo de carne
1 tomate maduro e picante a gosto
Preparação:
Espalme as costeletas e tempere-as com sal, pimenta e sumo de limão, deixe-as assim pelo menos 1 hora.

Pique finamente os alhos e misture-os no pão ralado. Passe as costeletas uma a uma, primeiro por ovo batido, depois por pão ralado e aconchegue-as bem.
Frite-as em óleo e escorra-as.Decore a gosto.

Sirva com arroz de feijão:
Num tacho, leve ao lume a cebola picada, os alhos e o azeite e, quando começarem a alourar, junte-lhes o chouriço (4 rodelas) e o pimento partido aos bocadinhos e mexa, deixe refogar 1 minuto. Junte o tomate aos pedaços, mexa até se desfazer e depois adicione o feijão, o líquido do mesmo, o cubo de caldo e 3 chávenas (almoçadeiras) de água. Deixe ferver, tempere com sal e picante, junte o arroz, mexa e deixe cozer.


Para me adoçar a alma...
Parecem quindins, mas não são!
São mimos de amêndoa, mas a textura é muito parecida com os quindins, mas em vez de coco leva amêndoa. E como tinha um resto de amêndoa para gastar, vai daí...
Retirei a receita de um livrinho que sai às 4ª feiras de cozinha semanal.


Ingredientes:
50 ml água
125 gr. açúcar
75 gr. miolo de amêndoa pelado e ralado
10 gr. manteiga
3 gemas
1 ovo
Amêndoa para decorar


Preparação:
Unte com manteiga 6 formas individuais.

Leve ao lume a água com o açúcar e deixe ferver até obter ponto de fio. Verifique, mergulhando uma espumadeira na calda, que ao ser levantada, deverá formar um fio pouco resistente.
Se o fio se quebrar, significa que foi atingido o ponto de fio. (Pessoalmente fiz assim, mas, aconselho só a deixar ferver cerca de 2/3 minutos e não esperar pelo ponto de fio, porque a mim aconteceu, que, quando juntei à amêndoa, teve tendência a caramelizar.Consegui dar a volta à situação, mas ainda assim formou uns grumos de amêndoa, que tive de retirar e deitar fora).

A seguir, verta a calda sobre a amêndoa ralada.
Adicione a manteiga derretida e fria e as gemas ligeiramente batidas com o ovo.

Verta o preparado nas formas e leva ao forno a 190ºC em banho-maria, durante cerca de 35 minutos.
Retire depois de cozidos, deixe arrefecer e desenforme.
Sirva os mimos decorados com amêndoa.


Mais umas claras que tinha congeladas e que resolvi gastar.
Apetecia-me algo de diferente, sem ser o simples bolo de claras que já aqui postei, e, que fica muito bom também.
Mas queria um toque com algum aroma, e vai daí, uma mistura de 3 ingredientes que gosto, cacau, cevada e canela. E digo-vos uma coisa, ficou divinal e muito fofinho mesmo.
Um cheirinho na cozinha quando o bolo estava a cozer, hum...... Ingredientes:

8 claras

200 gr. de açúcar

200 gr. farinha trigo com fermento

1 colher sobremesa de fermento em pó

100 gr. margarina

2 colheres (sopa) cacau em pó

1 colher (sopa) cevada em pó (usei cevada pensal)

1 colher (café) canela em pó

Preparação:

Bater as claras com o açúcar.
Juntar a farinha, o fermento, o cacau, a cevada e a canela e envolver tudo.


No fim juntar a manteiga derretida e fria.
Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha.
Levar a cozer a 180ºC em forno pré-aquecido.


Como já disse anteriormente, gosto da carne de coelho, mas não como muitas vezes.
Então coelhos do talho nem lhes toco.
Estes da foto são coelhos caseirinhos, criados pela minha mãe. Ingredientes:
1 coelho (aqui foi mais que um)
Batatas
Cebola
Para a marinada:
Sal, alho, pimenta, vinho branco, 3 colheres sopa azeite, salsa, colorau

Preparação:
Faça a marinada e esfregue o coelho com a mesma, deixando depois a marinar umas 6 horas pelos menos.
Numa assadeira coloque rodelas de cebolas e disponha as batatas temperadas com sal. Coloque o coelho e parte da marinada por cima, polvilhe as batatas com colorau e regue com um pouco de azeite.
Leve a assar, regando de vez em quando com o molho.


Agora inclinei para as tartes! Podia-me dar para pior, não é? LOL...

Nesta receita fui buscar a base a uma receita que tinha, mas o recheio foi improvisado. Queria fazer uma mousse, mas apetecia-me uma coisa diferente sem ser a simples mousse, e, vai daí, saiu isto e saiu muito bem.

Ingredientes:

Massa: 100 gr. manteiga amolecida

40 gr. açúcar em pó

1 pitada de sal

1 ovo

200 gr. farinha peneirada

Para o recheio:

1 pacote mousse

1 colher chá cacau em pó

Cacau em pó para polvilhar e raspas de chocolate


Numa tigela bata a manteiga e o sal, depois incorpore o ovo batendo até ganhar uma consistência macia. Acrescente o açúcar em pó, e a farinha pouco a pouco, misturando até ficar homogéneo.

Junte a massa formando uma bola e deixe repousar pelo menos 15 minutos no frigorífico. Pré-aqueça o forno a 180ºc. Na mesa de trabalho enfarinhada, estenda a massa com um rolo formando um circulo de +/-33 cm de diâmetro.

Coloque a massa numa tarteira de fundo amovível de 26 cm untada com manteiga . Pique o fundo com um garfo, cubra-a com papel vegetal e "leguminosas" secas (por exemplo: feijões).

Leve ao forno cerca de 20/25 minutos até estar cozida. Depois de cozida retirar e deixar arrefecer. Retirar o papel e os feijões (que vão para o lixo).

Só servem para que a massa não empole. Fazer a mousse (conforme indicação no pacote) e juntar 1 colher de cacau em pó na confecção. Quando a massa já estiver fria, recheie com o preparado, polvilhe com cacau em pó e raspas de chocolate e leve ao frigorífico umas horas.


O coco é um dos meus ingredientes favoritos nos doces, assim como a canela, e esta tarte leva os dois, uma excelente combinação!
Esta tarte de coco é uma delicia, fica húmida no interior.
Pensava eu, que se calhar ficava enjoativa, mas não, nada disso, ficou óptima.


Ingredientes:

1 embalagem massa folhada fresca
400 gr. coco
2 colheres sopa farinha maizena
250 gr. açúcar
8 ovos
1 colher café (bem cheia) canela em pó

Preparação:


Forre uma tarteira com fundo amovível com a massa folhada.
Num recipiente misture o coco com a farinha, o açúcar e a canela.

Por fim junte os ovos e amasse (com as mãos) muito bem.

Recheie a tarte.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºc por 40/45 minutos.

Retirar, deixar arrefecer e desenforme.


Para o almoço de domingo fiz esta carne assada. Já tinha visto algumas receitas que levavam mostarda, mas nunca tinha experimentado.
Experimentei e o resultado foi muito agradável, além do sabor, a carne ficou muito macia.A repetir, com certeza.

Ingredientes:
1 kg pá de porco (sem osso)
Sal, pimenta e malagueta
1 colher (chá) colorau
300 ml vinho branco
6 dentes de alho
Mostarda q.b.
Batatas pequeninas
1 dl azeite
1 cebola

Preparação:

De véspera, tempere a pá de porco com sal, pimenta, colorau, os alhos esmagados e o vinho branco.
Num tabuleiro coloque a cebola às rodelas, coloque a carne (com a parte que tem mais gordura para cima), assim como o molho da marinada, barre-a com mostarda e regue com o azeite, leve ao forno a 220ºc.

Passados 30 minutos coloque as batatas temperadas com sal e polvilhadas com colorau.Coloque a malagueta partida junto à carne.
Vá regando a carne e as batatas com o molho, e virando-a.
Assim que estiver a ficar assada, fatiar a carne, para que no interior acabe de assar.
Sirva com esparregado de espinafres e arroz seco.


Sai mais uma lambarice!
O meu 1.º semifrio. Nunca me tinha atrevido a usar gelatina, não sei porquê!Mas como gosto de desafios, aqui está mais um vencido, eheheheh!!!E não ficou nada mal, ficou baixinho, mas era mesmo assim.
Ficou muito bom.

Ingredientes:

3 pacotes de natas (600 ml)
1 lata de leite condensado 397 gr.
7 folhas de gelatina
1 pacote de bolacha maria
Raspas de chocolate para polvilhar


Preparação:

Triture as bolachas e forre a tarteira (usei uma forma de aro), reserve um pouco para polvilhar por cima.
Bata as natas até começarem a ficar grossas.
Junte o leite condensado continuando sempre a bater.

Demolhe as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos, esprema e derreta-as num pouco de leite aquecido (+/- 5 colheres de sopa), e, junte ao preparado, mexa tudo.

Verta o preparado por cima da bolacha, e leve ao frigorífico até ficar sólido de preferência de um dia para o outro.

Antes de servir polvilhe com o resto da bolacha picada e com raspas de chocolate (opcional).


A Ratolinha voltou!Já cheira a Setembro!
E para estreia trago-vos um pudim francês, cuja receita passou da avó para a mãe e agora para a filha.
De algumas receitas de pudim francês que experimentei, esta é sem dúdiva alguma a mais perfeita, pelo sabor, pela textura, por tudo.Experimentem e digam!E fresquinho é que sabe bem!

Ingredientes:

2 ovos inteiros
10 gemas
400 gr. açúcar
1 colher (chá) bem cheia de maizena
0,5 lt leite
Raspa de 1 limão médio
1 cálice vinho porto
Caramelo (usei do de compra)
Cerejas cristalizadas para decorar (opcional)

Preparação:

Comece por colocar ao lume um tacho largo com água a ferver.
Numa caçarola colocar o açúcar, a maizena, os ovos e as gemas, mexer com um batedor à mão (muito importante, não é com batedeira).
Juntar o leite, a raspa de limão e o vinho do porto, mexer mais um pouco para misturar tudo.

Colocar na forma já untada com o caramelo, levando a cozer num tacho em banho maria cerca de 1 hora (nota: se for um pudim de 6 ovos só demora 30 minutos a cozer).
Retirar a forma, deixar arrefecer. Leve ao frigorífico no minímo 6 horas e desenforme um pouco antes de servir.

Nota: Ao cozer em banho maria a água deve ficar a um nível para que quando esteja a ferver não entre para dentro do pudim.


Meninas venho informar que este mês de agosto, o blog da ratolinha vai fazer uma pausa, para descanso, que também é preciso.
Volto em setembro.
Até lá.
Bjs


Apetecia-me uma coisa diferente, então resolvi fazer umas fêveras recheadas. Tinha fiambre, paio york e queijo e resolvi experimentar. E não é que ficaram saborosas e diferentes.



Ingredientes:


Fêveras partidas fininhas
Cebola, azeite, alho, polpa de tomate, pimenta preta, 2 folhas de loureiro, 1/2 copo de vinho branco, molho inglês, sal, colorau
Ervilhas

Para recheio de cada fêvera:
2 fatias de fiambre
2 fatias de paio york finas
1 fatia de queijo

Preparação:
Comece por estender as fêveras, colocando primeiro o fiambre, de seguida o paio york, e por fim queijo, enrole as fêveras e prenda com palitos.

Num tacho pique uma cebola e 1 dente de alho e coloque um pouco de azeite, leve ao lume, assim que começar a alourar coloque as fêveras e regue com o vinho branco. Coloque as folhas de loureiro, a polpa de tomate a gosto, e polvilhe com um pouco de colorau.
Deixe estufar lentamente, acrescentando água aos poucos.
Tempere com sal, pimenta e um pouco de molho inglês (cerca de 1 colher de sopa).

Assim que estiverem a ficar tenras aumente um pouco a calda e coloque as ervilhas, deixando-as cozer cerca de 15 minutos. Rectifique o tempero, e sirva com puré ou arroz seco.


Pois é, desta vez não venho postar nenhuma receita, mas sim um local onde passei um fim-de-semana, e do qual gostei muito.


Estou a falar de Sever do Vouga, conhecido pelos seus famosos mirtilos. Para fugir à rotina citadina e com o intuito de descansar o corpo e a mente, fui até lá.


Fiquei hospedada na Casa da Aldeia, um sítio simplesmente maravilhoso, com muitos espaços verdes e, claro, uma piscina para chapinhar....

E foi isso mesmo que fiz, estava bom tempo, muito quente e os meus dias foram passados a apanhar sol, a chapinhar.....


No regresso a casa, aproveitei para conhecer a famosa cascata da Cabreia, a 4 quilómetros do centro de Sever do Vouga, e realmente, temos coisas belíssimas aqui em Portugal.


Deixo algumas fotos (entre as muitas que tirei)da quintinha, da cascata, e dos mirtilos, que resolvi comer ao natural.


A CASA DA ALDEIA















O CENTRO DA CIDADE




A CASCATA DA CABREIA






OS MIRTILOS

Gostaram? Espero que sim. Eu adorei!


Esta receita era de gelado de chocolate, e, eu toda contente lá fui experimentar para comer umas bolinhas de gelado, pois sabe bem com este calor que tem estado.
E qual foi a minha surpresa, quando vou para tirar as bolas com a colher, nicles, nada de bolas, pois não tinha a consistência que conheço de gelado de bolas. Não há problema. O gelado virou mousse, daí eu ter alterado o nome.
Mas caso experimentem, aconselho a não porem o açúcar pois estava bem docinho!
Mesmo assim estava uma delícia fresquinho, saído directamente do congelador.

Ingredientes:
200 gr. chocolate para culinária nestlé
150 gr. açúcar
200 ml natas
Pepitas de chocolate

Preparação:
Parte-se o chocolate para culinária e leva-se ao lume em banho-maria a derreter com 2 colheres sopa de água.

Batem-se as natas frias em chantilly com o açúcar.
Mistura-se o chocolate derretido às natas batidas.

Envolve-se bem para que os ingredientes fiquem bem integrados.
Põe-se a mistura num recipiente e leva-se ao congelador.
Sirva decorado com pepitas de chocolate.


Vi este arroz de novilho numa teleculinária antiguinha e não é de difícil confecção. Mas por acaso nem o faço muitas vezes, nao sei porquê, pois é delicioso.

Ingredientes:

Para 3/4 pessoas
1 Kg. carne de novilho
4 rodelas de chouriço de vinho
300 gr. ervilhas
2 cenouras grandes
1 cebola, 1 dente de alho, azeite, 1/2 copo vinho branco, 1 folha de loureiro, pimenta preta, caldo knorr de carne, sal
Arroz

Preparação:

Pique a cebola e o alho num tacho e leve a refogar em azeite.Quando começar a alourar coloque a carne e regue com o vinho, junte a folha de loureiro, e deixe estufar lentamente acrescentando água aos poucos.

Quando a carne começar a ficar cozida, junte a cenoura partida aos cubinhos, o chouriço aos cubos e o caldo knorr, tempere com pimenta. Retire a folha de loureiro. Quando já estiver tenra a carne junte as ervilhas, aumente a calda (para 1 medida de arroz são +/-2,5 medidas de água), e rectifique o tempero com sal.

Assim que começar a ferver junte o arroz (+/-400 gr.), mexa e reduza o lume, deixe cozer, mexendo com um garfo de vez em quando.
Passados +/- 15 minutos está pronto a servir.


Tinha de experimentar esta farinha, e como vi várias experiências com ela em diversos blogues, resolvi fazê-lo nestes estaladinhos ou pão de deus, como se apelida também.
E gostei. Pois é só seguir as instruções do pacote para fazer a massa.


Ingredientes:
1 pacote de farinha branca de neve de pão brioche 500 gr.
1 pacote de coco 200 gr.
8 colheres sopa açúcar
3 ovos
3 colheres de sopa de leite


Preparação:

Preparar a massa:
Coloque o contéudo da saqueta num recipiente, adicione 220 ml de água morna e amasse à mão, ou com batedeira de ganchos (cerca de 5 minutos, à velocidade média) até obter uma massa lisa.
Cubra e deixe a massa descansar cerca de 45 minutos num local quente.
Numa superfície enfarinhada amasse ligeiramente e forme bolas de massa como se vê na foto, colocando num tabuleiro com papel vegetal.

Cubra com um pano e deixe levedar em local quente até que a massa dobre de volume (cerca de 1 hora).


Pré-aqueça o forno a 180ºc.
Para a cobertura:
Num recipiente colocar o coco, o açúcar, os ovos, e o leite e amassar à mão.

Depois de as bolas terem levedado colocar em cada uma uma porção da mistura de coco, com cuidado.

Levar a cozer a 180ºc durante +/-20 minutos.

Polvilhar com açúcar em pó.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Top blogs de receitas

Parcerias com:

Chás, Compotas, Mel....

Comprar on-line